Alepe cria a Frente Parlamentar em Defesa do Cooperativismo

Em Reunião Plenária realizada na quinta-feira (19.08), a Assembleia Legislativa de Pernambuco aprovou, por unanimidade, requerimento proposto pelo deputado Waldemar Borges que cria a Frente Parlamentar em Defesa do Cooperativismo.

 

A Frente terá como coordenador geral Waldemar Borges sendo composta ainda pelos deputados estaduais Aluísio Lessa, Isaltino Nascimento, Erick Lessa, Laura Gomes, Diogo Moraes, Marco Aurélio e Simone Santana. Apesar da composição anunciada, é facultada a participação dos demais deputados que queiram integrar a iniciativa.

 

Em sua fala, o deputado Waldemar Borges destacou a importância da Frente e do movimento cooperativista para o enfrentamento dos grandes desafios que se colocam no Brasil. “O cooperativismo é uma forma que os pequenos e médios empreendedores de vários ramos da atividade econômica encontram para poder fazer frente a disputa de mercados globalizados, cada vez mais dominados pelas grandes empresas. Em Pernambuco o cooperativismo já é uma realidade bastante expressiva, com algo em torno de 157 cooperativas, com 160 mil cooperados em diversos ramos. Essa Casa hoje está mais uma vez se colocando para dar o apoio político necessário para que o cooperativismo pernambucano posso se fortalecer ainda mais”, assegurou.

 

A primeira reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Cooperativismo está prevista para acontecer no dia 23 de agosto, de forma remota, com a participação do presidente do Sindicato e Organização das Cooperativas no Estado de Pernambuco (OCB/PE), Malaquias Ancelmo, que apresentará uma radiografia do  movimento hoje no Estado a partir dos sete ramos produtivos (agropecuário; Consumo; Crédito; Infraestrutura; Saúde; Trabalho, Produção de Bens e Serviços e Transporte).  As reuniões da Frente acontecerão sempre às segundas-feiras, às 15h.