Alepe marca centenário da educadora Raquel Correia de Crasto em iniciativa proposta pelo deputado Waldemar Borges

Waldemar Borges - Convite

O centenário de nascimento da educadora Raquel Correia de Crasto será lembrado nesta terça-feira (01) em reunião solene da Assembleia Legislativa. A iniciativa é do deputado Waldemar Borges.   

Ao lado de Paulo Freire, Raquel  fundou no Recife, em 1955, o Instituto Capibaribe,  entidade sem fins lucrativos que inovou ao propor um modelo educacional  focado na formação integral do cidadão. Durante 40 anos, ela esteve à frente da instituição colaborando na formação de gerações de pernambucanos. A reunião solene começará às 18h, no Auditório Sérgio Guerra.

A educadora nasceu no dia 03 de outubro, no município de Vicência, Zona da Mata Norte pernambucana. Dedicou sua vida à educação. Foi aluna do primeiro curso de Pedagogia da Faculdade Frassinetti do Recife (Fafire). Atuou como professora na então Escola Rural Alberto Torres, em Tejipió e também na Escola Aires Gama, onde atendeu crianças especiais.  Em sua trajetória profissional, merece destaque ainda a iniciativa de fundar o Instituto Domingos Sávio – escola para crianças e jovens com problemas auditivos.

“Dona Raquel foi uma mulher à frente do seu tempo. No exercício de suas funções, sempre colocava o amor, o humanismo e a paixão como métodos para dirigir o Capibaribe  e cuidar de todos os seus alunos”, destacou o deputado Waldemar Borges.