Waldemar Borges participou da 20ª Marcha Nacional dos Prefeitos em Brasília.

waldemar-borges-cnm-brasilia-2017O deputado Waldemar Borges, que na foto aparece ao lado dos prefeitos Osorio Filho (Pedra) e Zeinha Torres (Iguaracy), participou da 20ª Marcha Nacional dos Prefeitos, em Brasília. Durante o evento, o presidente Michel Temer assinou uma medida provisória que permite o parcelamento da dívida dos municípios com o INSS em até 200 parcelas. O texto também prevê a redução dos juros da dívida em 80% e das multas em 25%. Além disso, o Governo Federal anunciou que colocará R$ 2,2 bilhões de recursos do FGTS à disposição dos municípios, por meio do programa Avançar Cidades na modalidade de saneamento, e mais R$ 3,7 bilhões no Avançar Cidades na modalidade de mobilidadeNo total, serão R$ 5,9 bilhões de recursos com taxas de juros de 6% ao ano, quatro anos de carência e 20 anos de financiamento.

O parlamentar adverte que primeiro é preciso aguardar para ver o que de fato vai se concretizar dessas promessas e afirma que, antes de tudo,  “é lamentável ver os prefeitos a cada ano ter que mendigar por um dinheiro que é fruto de impostos gerados nos seus municípios, mas que a União termina abocanhando praticamente todo. Enquanto não se fizer uma revisão séria do Pacto Federativo, temos que ficar esperando que o Governo Federal pelo menos cumpra as promessas que faz em momentos como esse”, observa Borges.