Em Reunião Plenária, Waldemar Borges destacou a trajetória de vida do empresário e ex-ministro Armando Monteiro Filho

waldemar-borgesNa Reunião Plenária desta segunda-feira (05.02), Waldemar Borges destacou a trajetória de vida do empresário e ex-ministro Armando Monteiro Filho, que faleceu no dia 02 de janeiro, aos 92 anos, em decorrência de problemas pulmonares. O parlamentar lembrou que teve o privilégio de conviver com ele e ter herdado uma amizade familiar dele com seu pai. “Dentre as muitas qualidades de Dr. Armando, para mim se destacava o ser humano cordato, elegante no trato pessoal e, ao mesmo tempo, corajoso e comprometido com a democracia. Mesmo o ex-ministro tendo uma origem nas chamadas classes dominantes, sempre teve comportamentos que davam testemunho da sua solidariedade com os segmentos sociais mais vulneráveis e de seu compromisso visceral com os valores democráticos. No golpe de 64, Dr. Armando não apenas não se calou, como muitos fizeram, mas se opôs proativamente ao regime autoritário que estava sendo instalado nesse país”, ressaltou.

“Eu quero dar esse testemunho como alguém que acha que todos os democratas, todos aqueles que de fato têm compromisso com a liberdade e o respeito ao próximo, devem reverência à historia de vida de homens como dr. Armando Monteiro Filho. Comportamentos como o dele servirão sempre como um norte, uma trilha a ser seguida, deixada por alguem que sem bravatas, mas com firmeza, soube afirmar suas posições”, disse. O deputado afirmou que a morte do empresário era uma grande perda para todos, mas disse que ele deixa um exemplo eloqüente, de correção e de decência. “Que fique registrado aqui nessa Casa o respeito que todos temos que ter por pessoas que viveram da maneira correta, digna e solidária como fez o Dr. Armando Monteiro Filho”, concluiu.